Sábado, 20 de Março de 2010

no caderno rosa andavam perdidas estas palavras.

 

A paz que me invade é enorme. Tal como o Sol que me aquece. E o sol és tu, Pedro.

 

e na fotografia é outra vez a minha irmã.

publicado por anna. às 17:18
link do post | favorito
De inês. a 20 de Março de 2010 às 18:31
estive a ler todos os textos que postaste aqui esta tarde. e perfeito é a única palavra que me ocorre. tão bonitos, tão perfeitinhos, tão teus :)


amo-te.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.