Sábado, 20 de Março de 2010

no caderno rosa andavam perdidas estas palavras.

 

A paz que me invade é enorme. Tal como o Sol que me aquece. E o sol és tu, Pedro.

 

e na fotografia é outra vez a minha irmã.

publicado por anna. às 17:18
link do post | favorito
De andreiia. a 20 de Março de 2010 às 17:39
Não me lembro de nada querido para te dizer, porque acho que já te disse tudo, que és magnífica, blá, blá... por isso vou pôr aqui uma coisa que tu disseste e fizeste no outro dia:"stôr estive a pensar e acho que você ficava muito bem com a minha, você quando a vir até lhe caem os olhos" e o stôr "ó anna por amor de Deus". Só tu para perguntares uma coisa destas ao stôr. Beijinhos.
De anna. a 20 de Março de 2010 às 17:42
correcção eu disse: «oh stôr eu estive para aqui a pensar e acho que você se devia casar com a minha tia, ai stôr quando a vir até lhe caem os olhos» ; mas o melhor de tudo foi ouvir o stôr a rir-se e a suspirar e depois a dizer «oh ana, por amor de Deus. Só você!»
De andreiia. a 20 de Março de 2010 às 17:59
e também ouvi-lo depois de tu recitares do poema "ah!" e dizer que preferia os teus poemas do que as anedotas dos miúdos do 5º.ano. Aquele stor, o anti-natal e a stora p. foram os melhores stôres qu já tivémos.
De anna. a 20 de Março de 2010 às 18:03
e o stôr victor, claro (:
e o melhor de tudo é eu e o stôr a atirarmo-nos um ao outro e vocês a rirem-se (:
De andreiia. a 20 de Março de 2010 às 18:05
Vá e o stôr victor também. Estou para ver que bocas vais mandar mais segunda!
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.