Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

They don't know how it really feels

Sou confusa, e estou sempre a contradizer-me, apesar de saber muito bem o que quero. E o que quero não são propriamente coisas concretas e fáceis de alcançar. Quero a felicidade, o amor, a paixão, quero sorrisos, quero sentir-me sempre com o mundo dentro de mim, quero beijos, abraços, quero pessoas que me amem, quero mordidelas nas bochechas. Quero-os sempre junto de mim. Perto, independente de qual seja a distância. Quero chuva para poder dançar. Quero sol para me aquecer. Quero brisas matinais leves, cheiro a mar, a praia, a verão, e a primavera. Quero música no coração, na alma, no corpo. Quero toques que arrepiam pelo corpo, quero vozes, quero ‘amo-te’ e não consigo viver sem ti. Quero palavras, grandes, pequenas, e cheias de significado. Quero livros prontos a serem devorados. Quero fotografias, quero horas de almoço livres, quero t-shirts coloridas e cheias de mensagens, quero horas, quero filmes a toda a hora, quero cd’s novos. Quero textos, quero sonhos. Quero paz. Quero neve, mas só se puder sair de casa. Quero boas notas. Quero testes fáceis, ou então difíceis. Quero estudo, quero estudar, quero saber mais. Quero aprender tudo o que houver para aprender. Quero tudo, e às vezes não quero nada. Mas sei sempre o que me faz falta, basta pensar, sentir, ouvir, sentir. Basta apenas um pouquinho de tempo para voltar a ter isto tudo ao mesmo tempo, eu sei. Mas sabes? Às vezes mais valia não saber ao certo o que quero. E talvez nem saiba. Talvez ande sempre à procura do mesmo, e ao fim ao cabo, o que encontro são sempre coisas diferentes. Coisas diferentes que me fazem sentir mais, ser mais. Coisas diferentes que são talvez aquelas que mais me completam. E talvez quando penso que não sei nada é quando sei tudo.
publicado por anna. às 20:04
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De maria joão a 29 de Janeiro de 2010 às 20:39
está mesmo lindo, anna :}
De WhySoSirius a 29 de Janeiro de 2010 às 20:58
Sabes, já venho aqui, ao teu bloguezinho há imenso tempo, só que nunca comentei. Estou agora a fazê-lo. Porquê agora? Bem, este texto tocou-me. Caracterizo-me com ele na totalidade. E sabes? Eu também quero tudo isso. Quero as melhores coisas da vida.

Acho o teu blog um dos melhores que já tive oportunidade de acompanhar. Escreves divinamente e não há outra palavra para definir a pessoa que aqui demonstras ser: especial.

Continua a escrever porque tu tens futuro como escritora garantido.

Beijinho

PS: Este já vai para os favoritos =)


 
De Lαrα a 29 de Janeiro de 2010 às 21:03
Eu tambem sou assim muitas vezes. Confusa. Ou menolhor. Eu sou confusa.
Gostei muito deste textinho identifico-me muito comigo (:
Favoritos*
De Annie ♥ a 29 de Janeiro de 2010 às 21:08
"Sou confusa, e estou sempre a contradizer-me, apesar de saber muito bem o que quero." identifico-me tanto com este texto :)
 
beijinhos 
De j @ a 29 de Janeiro de 2010 às 21:09

isto está tão w-o-w ! *-*
De Segredos!!! a 29 de Janeiro de 2010 às 21:50
Ao saberes o que queres já sabes alguma coisa...
E acredita... um dia alcançamos os sonhos...!

Beijinhs****
De Cláudia Oliveira a 29 de Janeiro de 2010 às 22:19
Olá,
gostei deste texto, identifiquei-me com alguns desejos.
De Marianne a 29 de Janeiro de 2010 às 23:26
Que bonito *-*
está nos favoritos (:
De j @ a 30 de Janeiro de 2010 às 17:19
sim :$
obrigada fofa *-*
beijinhos «3
De Marie C. a 30 de Janeiro de 2010 às 23:43
incrivel!

Comentar post